terça-feira, 21 de julho de 2009

O DOMINGO DAS FADAS OU: FADAS DE BODE!

video
No final de semana deixei Black Stream para ficar em Capital City e visitar meus fiéis escudeiros, meus gatos de guarda.
Para entrar em casa, como sempre, tive que pedir licença para minha Primavera Anã Gigante, que durante minhas estadias em Black Stream sempre estica os galhos cheios de espinhos, repelindo, assim, os visitantes não desejados.
No domingo fui dar uma volta em busca de verde, de paz e de tranquilidade. Evitei, portanto, os parques lotados de Capital City, onde a multidão festeira atrapalha um pouco meus pensamentos, para encontrar o que procurava em um canto da cidade onde todas as fadas acabam se encontrando: O RED FAIR DISTRICT. O bairro da Fada Vermelha fica atrás do portão que está na primeira foto.
Fotografar fadas sem seus disfarces humanos é um exercício difícil, que exige muita paciência. Além do mais, fadas sem disfarce são muito rápidas em suas metamorfoses. Consegui, apesar das dificuldades de registro EM FILME, fotografar algumas delas, é claro, em sua aparência de fada como os olhos/lentes humanos conseguem capta-la.
Por favor, reparem: as fadas com asas NÃO SÃO ANJOS!!!! É claro que se trata de fadas: onde já se viram anjos com tetas? Quando uma imagem mostra um anjo com tetas, podem ter certeza que foi uma fada que entrou no meio. Uma daquelas com asas. Porque nem todas as variedades de fadas tem asas! E as que têm, nunca conseguem se integrar socialmente, nem com disfarce humano: elas tem uma aparência por muitos julgada "inquietante".
A maioria delas estava dormindo, ou tinha acordado havia pouco tempo: claro, domingo de manhã, o que se espera? Algumas estão de bode, outra parece que está sofrendo, mas na verdade está acompanhada por alguma criatura "invisível" e tirei a foto de um momento muito íntimo... sorry, erotismo involuntário... Uma está ligando do celular, dá para ver, está agachada, mão ao ouvido, conversando.
Há uma fada criança, muito luminosa: acabou queimando o filme. As duas fadas adolescentes estão, como toda boa adolescente, amuadas. As fadas mais "maduras" não renunciaram à elegância, enquanto passeavam pelo bairro.
O bairro pode ser visitado, mas somente os convidados e as outras fadas conseguem enxerga-lo atrás dos altos muros que o escondem e do disfarce humano colocado para dissuadir eventuais invasores & curiosos à toa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário